Saiba mais sobre o COVID-19, principais notícias, números, métodos de prevenção e muito mais. Clique aqui...

79 3044-9011
99973-8688 / 99192-4313
 
 
 WhatsApp
 Imprimir


Sergipe
POLÍCIA CUMPRE MANDADOS DE PRISÕES POR ROUBOS EM LAGARTO
20/07/2021 às 09:18 por Jailton Santana

Dois roubos aconteceram no mês de junho em povoados da cidade

Nesta segunda-feira (19), agentes da Delegacia Regional de Lagarto prenderam três homens suspeitos de dois roubos, um deles ocorrido em 24 de junho no Povoado Coqueiro de Cima e o outro em 29 de junho no bairro Campo da Vila, ambos em Lagarto. As detenções, que ocorreram no bairro Jardim Campo Novo, se deram em cumprimento a Mandados de Prisão Preventiva expedidos pela justiça.

Segundo a delegada regional de Lagarto, Michele Araújo, as investigações identificaram a atuação de três homens, que utilizavam um veículo Chevrolet Prisma, cor prata, durante a execução dos crimes. “Com as informações angariadas no Inquérito Policial, identificamos os suspeitos e representamos por suas prisões, o que foi deferido pelo poder judiciário e cumprido nesta data”.

A investigação também contou com informações repassadas pelo Disque Denúncia (181), meio pelo qual a sociedade tem auxiliado o trabalho policial. A polícia civil orienta ainda que a população continue colaborando pelo telefone 181, garantido o sigilo do denunciante.

Polícia Civil cumpre mandado de internação por roubo

O crime aconteceu há três anos em um posto de combustível de Lagarto


A Delegacia Regional de Lagarto divulgou nesta segunda-feira (20) sobre o cumprimento de mandado de internação definitiva contra um homem de 19 anos, condenado pela prática de ato infracional análogo ao crime de roubo.

Segundo a delegada regional de Lagarto, Michele Araújo, a época do fato, o jovem possuía 16 anos e, acompanhado de um comparsa, praticaram a ação em um posto de gasolina na cidade de Lagarto. No estabalecimento, subtraíram, com uso de arma de fogo, um celular, um relógio de pulso e uma aliança de ouro do funcionário do estabelecimento comercial, além da quantia de R$ 270 do caixa do posto.

“Naquela ocasião, identificamos a autoria do ato infracional. Agora, após o processo perante o Poder Judiciário, foi declarada a condenação do jovem, com a consequente expedição do Mandado de Internação, demandando novamente atuação da Polícia Civil para dar efetividade à decisão judicial”, comentou Michele Araújo.

Após os procedimentos de comunicação ao Poder Judiciário, o jovem foi encaminhado a Delegacia de Menores, a fim de que seja encaminhado a unidade socioeducativa correspondente.

MAIS NOTÍCIAS